quinta-feira, janeiro 11, 2007

Como se faz um lar

Com um quarto, uma sala, uma cozinha e um banheiro.

Com janelas pra entrar muita luz.

Com uma cama gostosa e um sofá bem fofo pra gente ficar preguiçoso o dia inteiro.

Com uma mãozinha linda, tão linda que dá vontade de morder, que escreve palavras e palavras sobre coisas e coisas num caderno de capa de couro no silêncio da madrugada.

Com um jeitinho lânguido de brincar com o próprio cabelo, enquanto olha para o infinito, através da janela, através da parede, através de tudo. (O que será que ela vê?)

Com uma voz toda suave que murmura “pode ser”, tão doce, tão doce, olhinhos verdes cintilando num sorriso.

Com uma barriguinha pra beijar de noite.

Com algo que não se explica, que é mais que cheiro, mais que abraço, mais que canção.

Não precisa de muita coisa pra fazer um lar, mas é tão difícil encontrar um...

Um comentário:

TECA disse...

NOSSA!! LIBER ROMÂNTICO!! Q FOFO, LIBER! DEU UMA VONTADE DE CASAR....

BEIJOCAS

TECA