quinta-feira, maio 10, 2007

Constantine


Meu nome é Constantine.

John Constatine.

Eu caminho entre mundos.

Tudo aquilo que poderia ter sido.

Tudo aquilo que você deveria ter dito.

Tudo aquilo que você deveria ter feito.

Tudo aquilo.

Eu estou lá.

Nas possibilidades, nos sonhos, nas expectativas e esperanças.

Meu nome é Constantine.

Eu entreguei meus amigos.

Eu abri mão de tudo que possuía e tudo que poderia me possuir.

Eu rio.

Eu cago pro Destino.

Eu sou livre de uma maneira que você jamais poderia entender.

Eu sou livre de uma maneira que você jamais poderia suportar.

Eu sou livre.

Livre demais para estar num lugar só.

Livre demais para estar num só momento.

Eu caminho entre mundos.

Sangue de demônio corre em minhas veias.

Um milhão de vozes ao meu redor.

Um milhão de vidas.

Eu não pertenço a ninguém.

Eu não pertenço a nenhum momento.

Meu nome é Constantine.

E se posso lhe dizer alguma coisa

É que a magia existe

Somente se você quiser que ela exista

Somente se você deixar que ela exista

Escute o que estou lhe dizendo

Ainda há tempo...

Nenhum comentário: