terça-feira, junho 19, 2007

Cigarros

Fazia muito tempo que eu não escrevia nem desenhava uma história em quadrinhos inteira. Uns dez anos pelo menos. Daí semana passada o André me convidou pra participar da Quadrinhópole, que é uma revista alternativa feita pelo pessoal aqui de Curitiba. Nossa, fiquei super-empolgado. Produzir e ver o material impresso depois é muito bom.

E daí fiz a historinha ali em cima. Na verdade, eu me surpreendi, porque terminei ela muito rápido. Talvez seja porque na maioria são desenhos de cabeças falantes. Talvez o fato de ter só duas páginas também tenha facilitado o trabalho. Mas ainda assim, fiquei satisfeito com o resultado final.

(Se você clicar na imagem acima, ela fica grandona e daí você pode ler a historinha.)

Na verdade, também fazia muito tempo que eu não escrevia nada ficcional pra colocar aqui. Não que tudo que coloco aqui seja "de verdade", mas fazia tempo que eu não inventava uma historinha.

Se bem que essa historinha não foi tão "inventada" assim. Num bate papo com os camaradas, um deles (o Tex) contou sobre um casal que viveu a situação acima (de acordar no meio da noite e sair pra procurar guimbas...). Como eu ainda não tinha um roteiro, achei que podia aproveitar a idéia do Tex. Inventei os textos e mandei bala.

É legal produzir quadrinhos. Eles ainda tem uma série de características que podem ser bem exploradas pra contar uma história. Estou com outras idéias e se tudo correr bem, em breve teremos mais umas coisinhas interessantes pra postar aqui...

Sim, o texto que escrevo agora não está legal. É porque estou experimentando escrever com gripe, dor de cabeça e os miolos cheios de analgésico anti-gripe... Resultado do experimento: não funciona escrever desse jeito.

Se você puder deixar sua opinião sobre o trabalho acima, eu agradeço.

Have a nice day!

;-D

4 comentários:

Rosana disse...

HAHAHAHHAHAH, muito boa!!!
Continue, continue!!!!

Sabrina disse...

Acho bem legal que vc não glamuriza os personagens e fez a história passar. O final colocou tudo no lugar certo, gostei.

E como são esculhambadas essas gentes do underground!

Beijo.

Melina disse...

Hahahahaha, muito boa mesmo, dei uma baita risada no final. A historinha segue bem, e o final tá realmente muito bem colocado, Liber! Continue produzindo, hein!
Beijos.

Fabi disse...

que legal Liber! Gostei de ver sua historinha, seus desenhos, etc...
a próxima agora pode ser a história dele com a irmã da Marla, aliás, que marvada! Ela também fumava? Parabéns!