quarta-feira, junho 13, 2007

Santo Antonio dos Encalhados


Daí ontem foi dia dos namorados e hoje é dia de Santo Antonio. Escutei aquela Ana Maria Braga falando de simpatias e mandingas pra desencalhar. Colocar o nome da pessoa amada numa folha em branco, molhar com água benta e fazer a oração de Santo Antonio. Ou dormir com a estátua do santo embaixo da cama por três dias e no quarto tomar um banho com água de casca de laranjeira (a madame disse que se você não tiver banheira em casa, pode tomar o banho com um baldinho). O que mais valeu desse momento lúdico durante meu repasto matutino foram os comentários do Louro José.

E ontem eu estava no msn pela manhã quando um colega me perguntou “como você está passando essa data inventada?”. Data inventada? Que data inventada? Terça-feira? Daí ele me lembrou que era o 12 de junho, dia dos enamorados, apaixonados e felizes casais. Oh, verdade. Passei o resto do dia desejando Feliz Dia dos Namorados pra todo mundo que me aparecia no caminho. Afinal, o fato de não ter uma namorada fixa não me impede de ser promíscuo, não é?

Encontrei um monte de gente ontem. Tem um amigo meu que recentemente rompeu com a namorada. Segundo ele, o 12 de junho foi uma merda do começo ao fim. Além de sentir falta da guria, ele tinha a impressão de que todo mundo tinha alguém, todo mundo estava de mãozinha dada e esse era um clubinho de felicidade que ele não podia mais entrar. A filha de outra amiga simplesmente pediu pra não ser lembrada em hipótese nenhuma de que era dia dos namorados. Outro camarada, que é recém-casado, simplesmente esqueceu da porra do 12 de junho. Ele esqueceu, ela não. Obviamente, ela ficou toda ressentida com a falta de sensibilidade do cidadão e, muito sutilmente, teceu comentários que deixaram meu chapa azedo pelo resto do dia.

Voltamos pra Ana Maria Braga. Você está encalhado? Está sem alguém pra segurar sua mãozinha? Tá carente? Santo Antonio resolve. Peça pro santo que ele te descola um acessório, digo, um namorado. Isso pela quantia módica de um pagamento de mico simbólico. Você faz o papel de ridículo, o santo ri da sua cara e te descola alguém. E você desencalha! Porque não é legal estar encalhado.

Estar encalhado.

Estar encalhado significa estar preso no meio do barro, sem poder se mover. Quando você está sozinho, você pode sair a qualquer momento sem dar satisfação para ninguém. Você pode ir a qualquer parte, ficar com qualquer um e ninguém liga. Vale tudo: flertes na rua, trepadas no carro, troca de olhares fulminantes no elevador, visitas ao puteiro. Vale tudo, sem restrições. Claro que estar com alguém não impede essas coisas, mas se a senhora em questão descobrir, você com certeza ter encheção de saco. Ou se o senhor em questão descobrir, porque as mulheres não ficam pra trás quando se trata de exercer plenamente suas potencialidades sexoafetivas. Então, se você tem toda essa mobilidade e não precisa prestar contas pra ninguém, por que você é o encalhado e não aquele sujeito que arrasta ou é arrastado pela mão por aí?

Tem a questão do afeto. Ah, mas é legal ter alguém assistindo vídeo juntinho da gente, embaixo das cobertas. Claro que é. Mas pra isso você não precisa ter uma namorada ou namorado, só precisa ter lábia e simpatia, que sempre vai ter alguém embaixo das suas cobertas.

No fim vem esses dias de namorados e santos antonios e tal e o que me passa pela cabeça é como nós somos uns desgraçados. Porque a maioria esmagadora de nós é incapaz de levar a própria vida, de exercer a própria existência. É uma vida seca, as pessoas vão e vem, não dá pra criar raízes. Mas é isso que a gente quer: ter uma raiz, um porto seguro, um lar. Um lar de preferência cheirosinho, carinhoso e com peitos grandes. (Ok, os peitos grandes são uma preferência minha. Anyway... ) todo mundo quer colinho. Não interessa quem, quão forte, quão independente pareça, todo mundo quer colinho. O problema está quando transformamos o “querer colinho” em “precisar de colinho”. Uma necessidade que nasce de nossa insegurança, de nosso medo da solidão e da própria vida. Do medo de estar consigo mesmo e encarar seus próprios demônios. O que a gente quer é alguém que passe a mão na nossa cabeça e diga que está tudo bem. Daí o relacionamento passa a ser um analgésico existencial.

Ter alguém a seu lado passa a representar um sucesso, não ter ninguém é um fracasso. Quando se refere a alguém como encalhado, é isso que se quer dizer: que a pessoa está atolada, presa, sem possibilidades e sem perspectivas (e provavelmente suja de lama até os ouvidos). Pra fugir do “encalhe”, as pessoas se agarram a outras, não melhores nem piores que elas mesmas. Criam-se expectativas, deixa-se de ver os limites do outro. As brigas acontecem não porque a outra metade cometeu um erro, mas porque a outra metade deixou de cumprir com nossas expectativas. Ou vice-versa.

No fim das contas, as sabedorias mais óbvias e elementares são simplesmente esquecidas. “Antes só do que mal acompanhado”, “antes de encontrar alguém, encontrar a si mesmo” e blábláblá... Encontrar um parceiro ou parceira bacana, que realmente a gente goste, um relacionamento espontâneo e verdadeiro, é algo que depende do completo acaso. E quando encontramos, não há garantia nenhuma de quanto tempo vai durar. Quando acaba, você volta pro começo. Você pode passar a vida e encontrar uma, três, quinze pessoas que você ame de verdade e que te amem também. Você pode passar a vida e não encontrar nenhuma. É óbvio, é estupidamente óbvio, mas quem lembra disso?

Quem aceita isso?

3 comentários:

Anônimo disse...

"Velho amigo", gostei deste lance de "peitos grandes"! Ontem eu te vi na "porta do inferno" esperando ônibus. Pensei em cumprimentá-lo, mas será que arquinimigos se reconhecem, mesmo depois de muito tempo ?
---

Fabi disse...

Vamos inventar o dia dos solteiros!!!! Viva a solteirice!
Cada solteiro escolhe seu próprio presente, não tem erro, vc só vai ganhar o que realmente quer e precisa nesse dia. Basta agora escolher a data. Vamos criar um blog? encalhados.blogspot.com! hahahaha Beijo!!!

Anônimo disse...

uhuuuuuuuuuuuuu concordo em grande parte .. lembra do filme procura-se um amor que goste de cahorros ?
meu deus vc está a 6 meses sozinha?
rsssssss