quinta-feira, agosto 09, 2007

Comunicado (press release)

Atenção, atenção!
Um minuto de sua atenção. Aham...

"No próximo dia 11 de agosto, na Gibiteca de Curitiba (Rua Carlos Cavalcanti, 53), acontecerá a I Festa do Quadrinho Independente, com atrações para quem é fã de quadrinhos nacionais.

O evento apresentará as revistas Homem-Grilo #42, Garagem Hermética #3, Quadrinhópole #4 e Avenida #2.

Além disso, diversos outros títulos independentes estarão disponíveis para venda no local.

Também será realizada uma feira de quadrinhos novos e usados, com promoções especiais promovidas pela Itiban Comic Shop e pelo sebo Só Ler.

Confira a programação:

13h: Apresentação da personagem Ticlau, tema da Quarta Edição da Quadrinhópole;
14h: Mário Barroso: Mercado Editorial no Brasil;
15h: Liber Paz: Quadrinhos e Cotidiano Urbano;
16h: Cadu Simões e Leonardo Melo: Quadrinhos Independentes e o Mercado nacional;
17h: Cláudio Seto, José Aguiar e Antônio Éder: Produção de Quadrinhos Curitibanos, no meio comercial e artístico."

Então, eu vou dar uma palestra sobre Quadrinhos e Cotidiano. Vai ser um apanhado histórico geral desse século XX com uma série de historinhas curiosas. Além disso, a idéia é discutir como o mundo dos quadrinhos e o mundo real interagem. Vai ser bacana! Apareça!

Só pra dar uma palhinha, duas imagens da apresentação. Trata-se de uma página de Hogan's Alley (1896), a hq do Yellow Kid, considerada um dos marcos do início da história dos quadrinhos enquanto produto de indústria cultural. Abaixo, uma foto da Nova York contemporânea (de 1900). Como o quadrinho representava a vida urbana? Como a vida urbana reagia ao quadrinho?

Bacana, bacana!
Apareça!




Um comentário:

Sabrina disse...

Não acredito que vai ser bem na hora do meu curso de espanhol, seus coisinhas. Talvez ainda consiga pegar parte da primeira. Pena, queria ver a tua fala, acho que vai fazer pensar em coisas legais. Também tenho me alienado cada vez mais por me sentir impotente, mas para as pequenas coisas dá pra manter os olhos abertos, né.
É a vida.
Beijo.