sábado, maio 10, 2008

Ser Designer


Recebi essa por e-mail de um amigo. Clique para aumentar e ler.

Sei lá de onde ele tirou isso. Parece muito ser uma daquelas redações da terceira série, mas tenho certeza de que não é.

Eu sou formado em design. Supostamente, sou um designer. Entretanto, minha família ainda não sabe direito o que isso significa e não faz diferença quantas vezes eu explico. Pra eles, eu ainda sou o cara que "faz uns desenhinhos". E eles gostam de mim mesmo assim.

Conheço muita gente que não tem esse problema, que sabe definir direitinho o que é um designer e que quando se anunciam como designers impõem respeito entre os ouvintes. Mas também conheço muita gente que faz design, que é designer e lida diariamente com clientes que estão pouco se lixando para o que é o tal design. "Só me faz uma marquinha aí, um negócio bem simples. Você não vai cobrar né? É só um desenhinho..."

Enfim, a estrada é longa e tem muita discussão sobre ser designer... mas esse textinho mostra bem o problema de identidade de uma profissão que, apesar de tudo, ainda não se resolveu plenamente...

(Se é que existe alguma profissão que tenha se resolvido plenamente...)

2 comentários:

Patrícia Pirota disse...

Ah...Faz um desenho pra mim vai...¬¬
Odeio gente que não entende o que as outras pessoas fazem (ou mesmo que entendem) e acham que não é nada...
Pra maioria das pessoas deste país, se você não for médico, advogado ( que eles carinhosamente alcunham de adEvogado) ou a mais nova carreira do povo, funcionário público, você é só mais um que faz alguma coisa que não tem importância...Especialmente se você trabalha com alguma expressão de arte.
Elaiá...Enfim...Acho que me revoltei.=)
o/

Marcelo disse...

"e escolhe os tipos de letras sem ser a times". Ótima