sábado, janeiro 31, 2009

Minhas Férias

E lá se foi janeiro...

Oras. Algumas pessoas viajaram. Pegaram a estrada de moto com os amigos ou passaram dias numa praia com alguém especial ou conheceram um novo país. É isso que a gente faz nas férias: se renova e descobre porque trabalhou tanto. E quando voltamos pro normal do dia-a-dia, levamos conosco aquelas lembranças maravilhosas e estamos prontos pra outra.

É isso aí! Sim, senhor.

A lembrança dos meus primeiros 15 dias de férias está um pouco nublada. Dormi no sofá, acordei algumas vezes pra comer e beber e voltei a dormir.

Enfim, acordei uma manhã e já era janeiro de 2009. As festas de Natal e Ano Novo já tinham acabado. O meu estoque de cerveja também. Olhei pela janela. O dia estava lindo lá fora. O tipo de dia que não se desperdiçar. Eu não ia voltar a dormir num dia tão bonito como aquele.

Liguei a tv.

Total nostalgia. Há anos eu não passava uma manhã assistindo desenhos. E o legal é que os desenhos tinham continuidade. Eram tipo uma novelinha e o que tinha acontecido ontem tinha conseqüências no episódio de hoje.

Misturando o melhor de tudo que já foi feito com o Homem-Aranha nas diversas mídias (quadrinhos, cinema e outras séries animadas), o Espetacular Homem-Aranha é definitivamente a melhor versão em desenho animado do herói que já vi. Pelo menos, na minha humilde opinião.


Olhando pro estilo do desenho, achei que esse Homem-Aranha fosse ser mais infantil, mas ele me surpreendeu com ótimos diálogos, bom-humor, personagens bem desenvolvidos e respeito à essência do mito: a criança que aprende que "com grandes poderes vêm grandes responsabilidades". Eu sempre achei que o Homem-Aranha tinha tudo pra ser um novelão bem bacana e esse desenho comprova isso.

Outra antiga série que ganhou uma roupagem nova foi Transformers. A nova série animada também me pareceu, à primeira vista, ser bem retardada. Ainda assim, me surpreendeu apresentando as mesmas qualidades do Homem-Aranha. (Mas o desenho novo do Aranha ainda é melhor que o dos robôs).

Em Transformers, mesmo com o traço caricato, os personagens tem personalidades bem definidas e alguns até são mais bacanas que suas versões originais, como é o caso do Bumblebee. Aliás, um dia desses consegui por a mão em DVDs com episódios da série original da década de 1980. Revendo esses desenhos, percebi como a memória prega peças na gente... Sinceramente, acho que prefiro a nova série que a antiga.

Ah, sempre gostei de Transformers e me considerava um fã, até que esses dias topei com o Blog do Amer. Esse cara sim é fã de Transformers! E ainda por cima escreve bons textos. Aliás, ele escreveu um bem bacana sobre essa série animada. Além de Transformers, o Amer também escreve sobre cultura pop e desencava detalhes sinistros sobre coisas do arco da velha. Vale a pena conferir.

Avatar: a lenda de Aang encerra minha seleção de melhores desenhos (eu acordava muito tarde pra assistir o Bob Esponja, senão ele também estava aqui). Ao contrário dos outros dois desenhos citados acima, Avatar não é uma releitura de antigos personagens.

Avatar é simplesmente sensacional. A série se divide em três "livros" (Água, Terra e Fogo), e cada episódio é um capítulo. Aang é... ah, cara, ando meio imprestável mesmo. Devia escrever aqui sobre a série que mais me empolgou, mas meu ânimo pra escrever esse post acabou... Mas não se aflija. Vou colocar aqui o trecho da Wikipedia:

A série passa-se em um mundo fictício influenciado pelas artes marciais asiáticas, mescladas à magias elementais. Conta as aventuras de Aang, o último sucessor de uma longa linhagem de Avatares. Ele e seus amigos tem a missão de salvar o mundo dos ataques da Nação do Fogo, que quer dominar todo o mundo.

A série é estruturada na forma de "livros": cada episódio da animação se torna um "capítulo" e cada temporada um "livro" diferente. Sua primeira exibição foi planejada para Novembro de 2004, mas foi ao ar pela primeira vez somente no dia 21 de Fevereiro de 2005 no Estados Unidos pela Nickelodeon. O último episódio apresentado foi lançado em 19 de Julho de 2008.

O programa recebeu grande aceitação do público entre 6 a 11 anos, tendo o auge de 4,4 milhões de telespectadores em um de seus episódios. Em 2006, foi considerado o segundo programa mais popular da Nickelodeon no Brasil, perdendo apenas para Bob Esponja.

O grande barato é que as histórias são muito bem boladas e as cenas de ação muito bem pensadas. A série realmente passa a impressão de que estamos "lendo" uma grande saga, acompanhando as aventuras de Aang e seus amigos. Definitivamente imperdível.

E essas foram minhas férias, dona Professora. Sim, precisamos providenciar uns posts mais bacanas, senão nossa já parca audiência vai se dissolver de vez, mas não se preocupe, estamos trabalhando nisso.

Aguarde nossas próximas atrações...

;-)

5 comentários:

Sabrina disse...

fico babando no avatar só de ver a propaganda (minha sobrinha não gosta, não tenho tv). vou ter que procurar em dvd depois desse post.
feliiiiz 2009!

Ceci n´est ... disse...

sm!


eu li!
acho o máximo quem leva essas coisas a sério; são tão importantes que ninguém percebe

n

Thy Macson disse...

Sem sombra de dúvidas, Avatar é um dos melhores desenhos animados já produzidos para a tv.

O Final é incrivel. \o/

Lucas Kzau disse...

Somos dois quanto ao avatar.
acho a estrutura do desenho muito legaaaaaaall
hahaha

Sabrina disse...

pelo visto, CHEGOU o sofá.