sexta-feira, junho 12, 2009

Sopa de letrinhas do dia dos namorados

Srta K conheceu o moço C. O clima rolou e na segunda vez que saíram C avisou a K que já tinha namorada em outra cidade. K falou que não se importava. Transaram algumas vezes. C avisou a K que ele estava só de passagem pela cidade e não iria desfazer o namoro. K falou que não se importava. Transaram mais algumas vezes. C terminou o trabalho que viera fazer, despediu-se de K e foi-se embora. A Srta K sentiu-se profundamente triste e traída pelo mundo e escreveu sobre isso em seu blog. Chorou com seus amigos. Escreveu poemas. E, um dia, meio que sem querer, pegou um ônibus, foi para a cidade de C, buscou e encontrou a outra moça e contou a ela sobre todos os encontros que tivera com seu noivo. Em detalhes. Voltou sem nada, frustrada e machucada. Sobre isso ela não escreveu no blog.

***

O professor X apaixonou-se por uma aluna. Dormiu com ela uma só vez e jamais a esqueceu. Da parte dela, foi um momento bem vivido. Ela terminou o curso e seguiu em frente. Mas ele não a esqueceu. Sua pele, seu cabelo, o desenho de suas costas. Seu sorriso. Os dias passaram e recentemente ele a reencontrou. Ela está grávida, esperando sua primeira criança. Com todos os seus estudos, o professor X não consegue encontrar uma palavra ou uma combinação de palavras que pudesse expressar... expressar... e simplesmente sorriu e deu seus cumprimentos. (Oras, parabéns). Um sorriso estranho. Triste.

***

O senhor D é esposo da senhora D. Eles têm duas crianças. Às vezes o senhor D acorda no meio da noite e olha para a mulher ao seu lado. E pergunta-se o que foi que se perdeu nesses poucos anos ao lado dela. Quem era ela. Por que se casou com ela. E por que simplesmente não ir embora.

***

A moça N e o moço P se adoram. Estão com casamento marcado, comprando coisas pra casa nova. P e N têm um relacionamento de confiança. Respeitam o espaço um do outro, não andam colados por aí. Nem sempre saem juntos nas festas e baladas. Tudo é uma questão de confiança. Tudo vai muitíssimo bem. Life is easy with eyes closed.

***

M mora sozinho em um apartamento no centro. Vaga pela noite, sobrevivendo de prostitutas, transas ocasionais e restos emocionais.

***

Essa noite, cerca de 2000 alfabetos inteiros comemorarão o dia dos namorados ao lado de alguém que acreditam ser especial.

O mundo é vasto e mágico.

Milagres acontecem.

Aproveite.

4 comentários:

Rodrigo disse...

Daria um belo roteiro para uma HQ. Só o texto e as imagens...

Abraços!
Rodrigo Stulzer
stulzer.net

Tex disse...

O Senhor F vive a querer ser Senhor X, mas tem medo de nunca voltar a ser o senhor F outra vez.
O Senhor F é o herói que na TV nunca perde seu chapéu e faz o Senhor F sonhar. Sonhar em ter pros outros ver, olhos azuis, ter um carro igual ao de X e conquistar a mulher do patrão.
Você também quer ser alguém, abandonar, mas tem medo de esquecer o lenço e o documento outra vez.

Liber disse...

Rodrigo, gostei da ideia do roteiro de HQ. Ando preguiçoso, mas quero ver se retomo os desenhos esse ano.
Ia ser bacana.

Abraço!

Liber disse...

Ei, Tex, a gente tinha que fazer uma banda e compor umas músicas assim...

abraço!