domingo, novembro 29, 2009

Quase

"Não faço ideia do que está acontecendo. Induzam um coma e coloquem o blog no by-pass até que eu pense em alguma coisa".

Estive fora.
Viagem de negócios pelo ciberespaço. Novos mundos, novas ideias. Por que escrever se tanta gente mais está escrevendo também? Há leitor pra tanto escritor? Bem-verdade que os medíocres proliferam algoritmicamente, mas a quantidade de boas ideias é expressiva o bastante pra fazer pensar: o que estou fazendo aqui faz alguma diferença? Afinal, o que eu estou fazendo aqui? Crise, vazio, branco da tela, o que dizer, como existir como voz nesse coral de proporções astronômicas? Vou-me embora pra Passárgada até pensar em algo que preste, um rumo, uma solução. E, até lá, silêncio.

Mentira. Estive fora por causa da quimioterapia. Coisa foda e íntima que não diz mais respeito a mais ninguém , mas eu não conseguia pensar em mais nada pra dizer, mais nada pra escrever e só existia aquele gigantesco mal-estar me consumindo, me apavorando, a morte cutucando minha nuca, a minha morte dentro de mim. Não dá pra escrever assim, não há por que escrever assim, mas eu não queria virar um freak-show, não queria que as pessoas soubessem do meu dia a dia, não queria ser como aquelas propagandas de aidéticos da Benetton. Então eu parei.

Mentira. A verdade é que o antigo dono era meu namorado e ele morreu. Talvez continuar escrevendo seja uma maneira de mantê-lo vivo, de mantê-lo por perto. Mesmo que seja só pra mim.

Ha! Essa foi foda.

E agora?

Acabou?

6 comentários:

Anônimo disse...

Faz diferença.

Anônimo disse...

What´s this?

Velho amigo, eu pensei que estava pirando, mas vc ganhou ...

8-(

---
LVR

Liber disse...

Anônimos, anônimos...

Obrigado, anônimo número 1! Passei por uma crise criativa/sentimental e pensei em cancelar tudo. Mas depois a crise passou e percebi que o que vale é a diversão e as pessoas que a gente às vezes consegue alcançar. Obrigado por ler e visitar! Volte sempre!

Anônimo número 2, Old Friend... ganhei o quê? Um gibi, um chope, um ingresso pra cinema? Vc está pirando e começou a distribuir prêmios por aí? Curti essa! Abraços! (Como eu pego meu prêmio?)

Anônimo disse...

não escrever nada, as vezes é pensar em tudo e nao filtrar pra isto ou aquilo, simplesmente é tudo, e nada, que nao pode ser transcrito em palavras... ou até pode, mas nao teria espaço nesse blog (ou ele nao aceitaria posts vazios) é algo como o infinito que consegue ser tudo e nada e talvez...

Anônimo disse...

Olá, sou o anônimo número 1 ali hehehe.
Bom, desculpe pela falta de consideração ao postar anonimamente, mas achei que seria a melhor solução.
Não há motivos para colocar o nome ali pois sou apenas mais um ex-aluno que ainda caminha pela universidade; o qual não tem intimidade o suficiente para ter seu nome reconhecido.
Mas acho que o real motivo é que o anonimato de algum modo tira o "peso" de ter que comentar algo complexo e que demonstre um nível de (eu não chamaria de inteligência) persepção alto, o qual é necessário para entender toda a profundidade de seus textos.

Não que eu esteja me achando ao afirmar que entendo realmente seus posts, oq sente etc etc
só estou falando que me identifico com eles, então acho que o fator que me faz entende-los pelo menos um pouco é a empatia emocional...
E é bom saber que por ai há outros como você.

Enfim, isso foi apenas para dizer que o comentario foi simples, mas verdadeiro.

Espero que consiga atingir todos os seus objetivos neste ano que está para chegar, e que continue fazendo a diferença para muitas pessoas.
Boas festas o/

Liber disse...

Ok! Boas festas pra vc tb!

E obrigado pela presença.

Aquele abraço!