quinta-feira, julho 15, 2010

Poison ivy

Dia chuvoso e frio, como só Curitiba pode oferecer.

Passei todo ele na cama, comendo guloseimas, lendo gibis, cochilando, curtindo a ressaca de ontem. Estou de férias, porra. Não encha meu saco.

Agora a pouco pesquei essa pérola da animação.

Sabe, eu adoro as animações da Pixar, mas fico feliz que tenha gente com coragem pra fazer algo fora da "cartilha" e sem preocupação de proporcionar "diversão pra toda a família".

Não só assista, deguste. Saboreie devagar. Mesmo que você não entenda inglês, repare nas expressões, as maravilhosas expressões dessas flores. Os olhares, as emoções, as texturas. A iluminação. A música.

The most beautiful things, often times, are the most dangerous.

Animar ou ilustrar não é só criar imagenzinhas bacanas. É importante que elas tenham uma fagulha de vida. Precisamos acreditar nelas. E esse tal de Heiko van der Scherm sabe fazer isso.

Talvez uma história de amor, talvez de inocência perdida, vingança, traição ou tudo isso junto: uma história de florzinhas pra vocês.


Essa animação foi um dos melhores momentos desse dia adorável.

Pra quem se interessar, aqui está o making-of dessa belezinha.

******

(Sobre o título do post, Poison ivy significa Hera Venenosa. Também é o nome de uma inimiga do Batman, que usa plantas e seus venenos pra cometer crimes . No caso do curta Descendants, uma de nossas protagonistas é claramente uma poison ivy...)

Nenhum comentário: