quinta-feira, julho 29, 2010

Uma citação

I am alone.

I look at the heavens and think them empty.

And if not empty, I find the idea of worshipping whatever dwells there obscene.

But why do you continue?

It doesn’t change what is right.

If there is nothing but what we make in this world, brothers…let us make good.


Numa tradução livre teríamos algo como:

Eu estou sozinho.

Olho para os céus e os imagino vazios.

Mas se não estiverem, acho obscena a ideia de adorar o que quer que esteja por lá.

Mas então por que continuar?

Porque isso não muda o que é certo.

Se não há nada além do que fazemos nesse mundo, irmãos... então que façamos o bem.

Em que isso te faz pensar?

Fé? Ética?

Por que fazer o bem, se não há ninguém nos vigiando? Fazer o bem por nós mesmos?

O que é o certo?

É um texto budista?

Filosofia?

Ateísmo?

Discurso político?

Auto-ajuda barata?

Agora veja de onde tirei esse pequeno texto.



O personagem é Bill Raio Beta. Um alienígena que apareceu nas histórias do Thor e acabou conquistando o direito de usar o martelo e o título de Deus do Trovão. É uma história longa e complicada, mas basicamente, Bill Raio Beta é uma versão do Thor com cara de cavalo.

Um Thor com cara de cavalo.

Sim, uma grande bobagem.

E no entanto...

*****

Achei essa tirinha num desses tumblrs aí pelo ciberespaço.

É um mundo estranho.

Felizmente.

Nenhum comentário: