quarta-feira, julho 13, 2011

Engenharia do Mundo

Se o Mundo fosse feito por um engenheiro, as coisas fariam sentido.

Elas poderiam ser chatas, confusas e desinteressantes (afinal, foram feitas por um engenheiro), mas funcionariam. Teriam um papel bem definido. Poderíamos entender como elas funcionam e pra que servem. Poderíamos consertá-las, aprimorá-las. Tudo teria um mapa, organograma, cronograma.

As coisas fariam sentido.

Mas... o Mundo não foi feito por um engenheiro. Ele sequer foi feito por algo remotamente parecido com um ser humano.

E talvez o Mundo nem tenha sido feito, talvez tenha simplesmente acontecido.

Sem mapa, sem cronograma, sem organograma.

Sem um porquê.

Função não é prerrogativa para existência.

4 comentários:

Anônimo disse...

E se o mundo fosse feito por um designer, como seria?

liber disse...

Não muito diferente do mundo feito pelo engenheiro, eu acho. Talvez com um pouco mais de cores e luzes piscantes e uma tipografia mais incrementada. Talvez com um memorial descritivo e interface mais amigável... quem sabe?

Tsakura disse...

Será?

Tsakura disse...

Será?
Talvez seja prerrogativa de arquiteto ver função em absolutamente tudo!