terça-feira, abril 03, 2012

É bom lembrar...

Ninguém fala isso pro pessoal que está começando... e eu queria que alguém tivesse me contado, sabe... é que, todo mundo que trabalha com criação, que escreve, que desenha, que compõem, todo mundo que está nesse lance de criação entrou nessa porque gosta da arte e sabe dizer o que é bom.


Mas tem tipo que um vácuo, um abismo pra cobrir. Nos primeiros anos que você produz, que  faz suas coisas, o que você faz não é tão bom, sabe? Não é grandes coisas. Você tenta fazer uma coisa boa, tem ambição de fazer algo legal, mas o resultado não é grande coisa... Mas o seu gosto, aquele gosto, aquela curtição que te fez entrar nessa, o seu gosto continua afiado, preciso. E o seu gosto é bom o suficiente pra você ter noção que o que você faz é um bocado decepcionante, entende?


Um bocado de pessoas jamais vai superar essa fase e simplesmente vai desistir em algum momento.


E o que eu queria dizer, do fundo do meu coração, é que quase todo mundo que eu conheço que hoje tem um trabalho realmente bacana, passou por uma fase de ANOS em que sabiam que o que produziam não estava bom o bastante. Ainda não tinha aquele toque especial de personalidade, de qualidade. E o que eu queria dizer é que todo mundo passa por isso.


E se você está começando, se está passando por isso agora, saiba que é normal sentir-se decepcionado com seus resultados. E saiba que a coisa mais importante que você pode fazer é produzir mais, produzir um bocado, um grande volume de textos, desenhos ou seja lá o que você faz.


Proponha pra você mesmo um deadline e que a cada semana ou a cada mês você produza um trabalho completo, seja uma história, uma ilustração, uma série de fotos, uma série de ensaios. 


Porque é só através de muita produção, de muito trabalho, que você vai superar o tal abismo e os seus resultados estarão de acordo com a sua ambição.


No meu caso, demorei mais pra superar essa fase do que qualquer outra pessoa que já conheci.


Demora um tempo. Você vai ver que demora. É normal que demore. O que você precisa é persistir e superar essa fase, ok?






O texto acima é uma livre (e bota livre nisso) adaptação minha do vídeo, que eu já tinha publicado aqui antesAs palavras são de Ira Glass, eu nunca tinha ouvido falar dele e confesso que não fui procurar pelo seu trabalho depois, mas gostei bastante do que ele disse aqui. 

Um comentário:

Péricles disse...

Muito bom texto! É exatamente assim que acontecem as desistências e decepções. Mas é questão de se entender como fases.