segunda-feira, janeiro 05, 2015

Hey, Jake, presta atenção

Daí tem esse episódio de Hora da Aventura que sequestram o Finn e o Jake parte em resgate, mas a cada dois minutos acontece alguma coisa que o distrai da busca. Ensinar um besouro a dançar, contar piadas pra sereias, conversar com uma cabeça-de-lobo-com-boné-que-é-um-deus-da-festa. Qualquer coisa faz ele se distrair da busca. E enquanto isso o pobre Finn é torturado por duendes subterrâneos.

A história termina bem, o Jake salva o Finn, não se preocupe.

Mas é no Jake que eu penso quando tenho que ler textos como Pós-Modernidade: a lógica cultural do capitalismo tardio, de Frederic Jameson... Eu leio um parágrafo e de repente percebo que passei os últimos 10 minutos olhando pra parede pensando em whatever. Volto pro texto, retomo a leitura, releio o parágrafo e linhas depois o processo repete.

Não que o livro seja chato.

Talvez um pouco.

Mas é aquela coisa da dispersão de atenção. Força de vontade, disciplina, rotina, blablablá. Sim, eu sei. Tou tentando. Juro que tou tentando.

Vamos tentar de novo amanhã.

E assim foi a primeira segunda-feira do ano.

Vai 2015, vai!


Nenhum comentário: