quarta-feira, março 25, 2015

Pequenos dilemas

Assim, você já pensou que pode se tornar aquilo que você combate?
Por exemplo, você combate a corrupção e pra isso propaga informações mentirosas sobre corruptos. Você já parou pra pensar que isso te torna corrupto também?
Você pode justificar dizendo qualquer coisa. Mas consegue perceber que pra combater a corrupção você está sendo corrupto? Você, que acha a corrupção indefensável?
Você defende a liberdade de expressão, mas defende o retorno de um regime que se propõe a matar aqueles que tem opinião diferente da sua. Consegue perceber a incoerência?
Se diz cristão e usa a bíblia pra oprimir e dominar as pessoas. Acha que se Jesus voltasse hoje, ele ia ficar do lado de latifundiários contra os sem-terra.
O meu dilema é que antes eu achava que isso era problema cognitivo ou uma construção cultural. Que com diálogo, informação e boa conversa tudo podia se resolver e podíamos construir juntos uma sociedade.
Mas ultimamente percebi que não é bem assim. Tem pessoas que conscientemente são homofóbicas, racistas, machistas. Tem pessoas inteligentes e completamente funcionais que realmente não se importam se há uma maioria que vive em condições de miséria. Aliás, que fazem questão que as coisas continuem assim. Conscientemente e convictamente.
E aí? Como faz com essas pessoas?
Como construir uma sociedade inclusiva e pelo menos um pouco menos injusta sem incluir a parcela de pessoas que abraça de coração o preconceito e a hostilidade?

********
Essa foi outra postagem que fiz no facebook.
Como diz uma amiga minha, "tá foda viver".

Nenhum comentário: