segunda-feira, junho 22, 2015

Memória

Estou fazendo uma história em quadrinhos.

Pessoas inventadas, situações inventadas. Mas as frases, os rostos, os lugares, são verdadeiros. É estranho isso. É tudo mentira, é tudo verdade.

Ao mesmo tempo.

Como uma lembrança.

Como uma vida que tive, que parece tão distante que nem sei mais se foi real.

Estou aqui, nesse lugar barulhento, pessoas gritando violências e batendo nas grades. Mas não preciso ficar aqui.

Essa é a parte assustadora.

Não preciso ficar aqui.


Um comentário:

Pê. disse...

Asterios =)